Redemoinho gigante arranca telhado de empresa e assusta trabalhadores de fazenda em Goiás; veja vídeos

Um redemoinho de poeira arrancou o telhado de uma torneadora em Iporá, na região oeste de Goiás. Imagens mostram o momento em que o teto do galpão desaba com a força do vento.

O incidente aconteceu na última sexta-feira (26) e, segundo o proprietário, que não quis se identificar, ninguém se machucou. Seis funcionários e clientes que estavam na empresa se abrigaram em um banheiro.

Além das pessoas, também tinham máquinas e caminhões na torneadora. O proprietário estima que o prejuízo tenha sido de aproximadamente R$ 480 mil.

Minutos antes de atingir a empresa, o redemoinho passou perto de um posto de combustíveis e foi filmado pela moradora. De acordo com o Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo), os ventos atingiram cerca de 30km/h.

Redemoinho em fazenda

Também em Goiás, outro redemoinho gigante fez trabalhadores rurais correrem de susto em uma fazenda de Santa Bárbara de Goiás, a 50km de Goiânia. As imagens mostram quando o fenômeno começa com uma intensidade média, depois vira uma ‘grande nuvem’ de poeira e vai se arrastando pela terra.

“Olha o tamanho desse redemoinho, Ave Maria. Olha o peão correndo de medo ali”, disse o trabalhador que gravou o vídeo.

O vídeo foi gravado na manhã de terça-feira (23). Os trabalhadores estavam fazendo o preparo do solo em uma lavoura de soja quando o redemoinho se formou.

Reprodução


Um redemoinho de poeira arrancou o telhado de uma torneadora em Iporá, na região oeste de Goiás. Imagens mostram o momento em que o teto do galpão desaba com a força do vento.

O incidente aconteceu na última sexta-feira (26) e, segundo o proprietário, que não quis se identificar, ninguém se machucou. Seis funcionários e clientes que estavam na empresa se abrigaram em um banheiro.

Além das pessoas, também tinham máquinas e caminhões na torneadora. O proprietário estima que o prejuízo tenha sido de aproximadamente R$ 480 mil.

Minutos antes de atingir a empresa, o redemoinho passou perto de um posto de combustíveis e foi filmado pela moradora. De acordo com o Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo), os ventos atingiram cerca de 30km/h.

Redemoinho em fazenda

Também em Goiás, outro redemoinho gigante fez trabalhadores rurais correrem de susto em uma fazenda de Santa Bárbara de Goiás, a 50km de Goiânia. As imagens mostram quando o fenômeno começa com uma intensidade média, depois vira uma ‘grande nuvem’ de poeira e vai se arrastando pela terra.

“Olha o tamanho desse redemoinho, Ave Maria. Olha o peão correndo de medo ali”, disse o trabalhador que gravou o vídeo.

O vídeo foi gravado na manhã de terça-feira (23). Os trabalhadores estavam fazendo o preparo do solo em uma lavoura de soja quando o redemoinho se formou.

Fenômeno

O gerente do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo), André Amorim, explica que os fenômenos são comuns em períodos secos.

“A formação de redemoinho ocorre quando o solo se aquece em determinado ponto e o vento fraco vindo de uma direção se encontra com a corrente de ar quente acima do ponto que está muito aquecido. Esse vento tende a ganhar velocidade, girar e empurrar o ‘turbilhão de poeira’”, explicou.

Ainda segundo André, esses redemoinhos podem ter desde alguns centímetros até vários metros de altura. Além disso, em sua maioria, eles são breves e duram apenas alguns minutos.

Read More

Leave Your Comments

Your email address will not be published.

Copyright 2011-2021. All Rights Reserved