Safra de 2022 atingirá recorde de 263,4 milhões de toneladas, diz IBGE

A produção agrícola de cereais, leguminosas e oleaginosas estimada para 2022 deve atingir, no mês de julho, a safra recorde de 263,4 milhões de toneladas, segundo estimativa divulgada nesta quinta-feira (11/8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O índice representa alta de 4% em relação ao mesmo período de 2021. Ou seja, em números absolutos, 10,2 milhões de toneladas acima do contingente do ano passado (253,2 milhões de toneladas). A soma significa um número 0,8% acima da estimativa anterior, feita em junho, quando eram esperados 2 milhões de toneladas.

De acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), realizado pelo IBGE, haverá um crescimento de 6,4% na área a ser colhida, em comparação com 2021, ou seja, um aumento de 73 milhões de hectares.

Os alimentos mais representativos no grupo — arroz, milho e soja — somados representam 91,4% da estimativa da produção e respondem por 87,1% da área a ser colhida.

Frente a 2021, houve acréscimo de 9,7% na área do milho (7,7% na primeira safra e 10,4% na segunda). Também é esperado que a produção nacional de milho alcance um novo recorde este ano.

Também houve aumento de 18,1% na do algodão herbáceo, de 4,6% na da soja e de 8,6% na do trigo. Por outro lado, houve queda de 2,7% na área do arroz.

Mato Grosso lidera como o maior produtor nacional de grãos, (30,6%), seguido por Paraná (13,4%), Goiás (10,5%) e Rio Grande do Sul (9,7%).

Metropoles

Read More

Leave Your Comments

Your email address will not be published.

Copyright 2011-2021. All Rights Reserved