Departamento de Saúde da Flórida investiga possível caso de varíola dos macacos em Broward


Monkeypox é preocupação entre médicos, mas não é tão contagiosa quanto a covid

O Departamento de Saúde da Flórida investiga um possível caso de varíola dos macacos (monkeypox, em inglês) no condado de Broward. Segundo o departamento, o paciente chegou de uma viagem internacional e é possível que tenha contraído a doença. Ele está isolado.

Esse é o primeiro caso reportado do vírus na Flórida. “Esse vírus não é conhecido por ser transmitido de pessoa para pessoa, mas estamos preocupados porque temos visto isso acontecer”, afirma a infectologista Aileen Marty.

O possível caso em Broward surge depois de episódios da doença serem registrados em Massachusetts e New York.

No domingo (22), o presidente Joe Biden disse que as autoridades de saúde estão atentas e avaliando qual a melhor vacina contra a varíola dos macacos. “Nós tivemos essa doença em grandes números no passado, diferentemente da covid que era totalmente desconhecida há pouco mais de dois anos. Estamos trabalhando para identificar a melhor vacina e já temos verba alocada para comprar”, disse Biden.

Até sábado (21), 94 casos haviam sido confirmados e 28 casos suspeitos de varíola foram relatados em 15 países que não são endêmicos para o vírus, disse a agência da ONU. A organização acrescenta que vai fornecer mais orientações e recomendações nos próximos dias sobre como diminuir a propagação da doença e ainda não se pronunciou sobre a aplicação de quarentenas.

Varíola x varíola dos macacos

A varíola é uma das doenças mais mortais que já existiu, e estudos sobre múmias egípcias sugerem que ela pode estar circulando entre nós há pelo menos 3 mil anos. A varíola se tornou a primeira doença erradicada da história há mais de 40 anos, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) certificou seu fim em 1980, após uma bem-sucedida campanha de vacinação global.

No momento, as autoridades médicas afirmam que as chances de uma transmissão descontrolada são baixas e apontam que sua letalidade está longe daquela causada pela varíola humana.

Especialistas apontam que a varíola dos macacos é muito mais branda e menos contagiosa do que a versão humana da doença.

Ao contrário do coronavírus ou até mesmo da varíola humana, em que o patógeno é altamente transmissível, a varíola dos macacos é menos contagiosa. (Com informações da CNN e G1)

Read More

Leave Your Comments

Your email address will not be published.

Copyright 2011-2021. All Rights Reserved