Conheça alguns cuidados importantes com a higiene íntima feminina

Você escolhe o melhor xampu e creme para lavar e hidratar os seus cabelos. Preocupa-se em passar filtro solar e hidratante no corpo todos os dias para evitar queimaduras de sol e manter a pele macia e cheirosa. Mas, quando o assunto é higiene íntima, você sabe por onde começar? Pois entenda que a vulva também precisa de cuidados especiais.

> Clique aqui e receba notícias no WhatsApp

Apesar de parecer uma tarefa fácil, algumas dúvidas podem surgir. Por isso, siga algumas recomendações e informações do ginecologista Sílvio Augusto Takata e da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) para começar hoje mesmo a cuidar melhor da sua região íntima.

Proteção natural

O potencial hidrogeniônico (pH) é o índice que determina o grau de acidez ou alcalinidade de uma substância. Ele varia de acordo com cada fase da vida. Entretanto, o normal da região íntima é em torno de 5,9. Esse número, classificado como ácido, ajuda na defesa contra micro-organismo e na manutenção da barreira da pele. Além da falta de higiene, roupas sintéticas e sabonetes alcalinos e neutros contribuem para o desequilíbrio do pH.

> Vaginas são todas iguais? Veja a importância de a mulher conhecer o próprio corpo

Sabonete íntimo

Os sabonetes comuns, em barra, geralmente são alcalinos, o que pode agredir a camada protetora da pele e causar alergia e coceira. Também dispense os que contêm substância antissépticas e que fazem muita espuma. Prefira sabonetes líquidos e próprios para a região íntima e hipoalergênicos. Consulte na embalagem a quantidade de pH ácido, que deve estar entre 4,2 e 5,6.

> Veja como combater o ganho de peso após os 30 anos

Lenços umedecidos

Somente quando você precisar fazer uma higiene rápida é recomendado o uso de lenços umedecidos, por exemplo, quando usar banheiros públicos. Se fizer uso constante, pode remover a camada protetora da área. As mesmas recomendações do sabonete íntimo valem para os lenços umedecidos: prefira os que são especificamente para a região íntima, hipoalergênicos e com pH ácido.

Longe das doenças

Cuidados íntimos

Cuidados para evitar doenças

A higiene inadequada pode causar vulvovaginites (corrimentos) e infecções urinárias, que podem levar a consequências maiores, como pielonefrites e doenças inflamatórias pélvicas.

> Gordura abdominal: veja os alimentos que aumentam o famoso pneuzinho

Outros cuidados

Depilação: use produtos hipoalérgicos, descartáveis e esterilizados. Não se esqueça de limpar a área.

Protetor diário: só use se for realmente necessário. Ele aumenta o calor e umidade do local, propiciando corrimentos.

Absorvente: utilize os que são hipoalérgicos e troque, no mínimo, a cada três horas.

Roupas: evite roupas de tecidos grossos e sintéticos no calor, além de calcinhas de lycra. Elas aumentam o calor e a umidade do local.

Leia também

Conheça os benefícios do cacau para pele e cabelo

Aprenda a cuidar dos cabelos antes e depois dos exercícios físicos

Aveia melhora o funcionamento do corpo e ajuda a eliminar peso

Read More

Leave Your Comments

Your email address will not be published.

Copyright 2011-2021. All Rights Reserved