Rui Costa: “O Cartão do Adepto está a impedir o Benfica de lançar o Red Pass”

Rui Costa esteve na Casa do Benfica de Albufeira onde almoçou com alguns sócios do clube, em mais um evento de campanha para as eleições dos órgãos sociais do clube. O atual presidente e candidato falou da grandeza do Benfica, criticou o Cartão do Adepto e apelou ao voto dos associados no dia 9 de outubro.

Liderar pela grandeza: “É pela nossa grandeza que temos de ser referência em tudo e quando falo em ganhar, ganhar e ganhar, não estou a ser pavão, estou a ser ambicioso porque essa é a nossa essência. E estou a ser realista porque é isso que vocês me pedem também. Destaco na área social o trabalho que tem sido feito pela nossa Fundação.”

Força do Benfica: “Ao longo da minha carreira fui percebendo por esse Mundo fora a dimensão do nosso clube e a paixão que temos por ele. O que faz cada um de nos ser realmente apaixonado por este clube. Somos a equipa com mais títulos no país e a que mais conquistou. Mas essa grandeza deve-se aos sócios e adeptos espalhados pelo Mundo inteiro. Esta é a força do Benfica e será o meu principal pilar, se tiver de assumir esta responsabilidade, como fiz nestes três meses. Nada me faz sentido se a minha grande força não for trabalhar para os nossos sócios e adeptos. Vocês merecem que o clube seja cada vez maior, que tenha cada vez mais mais títulos e que em cada jogo saiam com o maior orgulho no vosso clube.”

Problemas com Cartão do Adepto: “Também temos de ser referência na liderança do desporto nacional e temos de estar à cabeça dos processos com a Federação, a Liga e as várias instituições. Um desses é o cartão de adepto que, depois de ano e meio sem adeptos nos estádios, nos está a impedir de lançar já o Red Pass [bilhetes de época]. Temos duas zonas enormes fechadas com pessoas que têm Red Pass e que vamos ter de alojar noutro lado. Espero poder lançar o Red Pass o mais rápido possível. Sei que é quase um título para cada um de nós ter o Red Pass. O Cartão do Adepto leva-nos 4 mil lugares no estádio e tenho 4 mil Red Pass naquela zona. Ao fim de ano e meio sem público no estádio – claro que foi culpa da pandemia, é um facto -, mas agora, meus senhores, devolvam-nos os adeptos ao estádio. Nós precisamos deles.”

Apelo ao voto: “Muito se falou neste período da democracia do Benfica. Quem lida comigo sabe que não pisei ninguém nem passei por cima de ninguém. O Benfica será democrático como tem de ser, terá o máximo de rigor como se vê nestas eleições. Aproveito para apelar ao voto.. Se somos grandes também temos de o ser na altura de votar. Vamos dar o exemplo ao país e vamos votar, até por uma razão fundamental. A minha maior premissa é que a partir de dia 9, o meu maior empenho é que nós tenhamos orgulho no nosso clube e sejamos uma família unida como nunca fomos porque quando o somos, somos imbatíveis. Dia 9 ganhará um benfiquista. E não é para ter conversas ou só para falar, é para fazer. No Benfica faz-se, como se tem feito nos últimos anos também. Há coisas que não correram bem? Há, mas há muita coisa que correu bem.”

Importância das Casas do Benfica: “As Casas do Benfica são as grandes embaixadas do clube. Muitas vezes, concentrados em Lisboa e no estádio, não temos a perceção exata da magia do Benfica pelo país e pelo Mundo. Quero estar muito perto dos sócios e adeptos. Alimentar cada vez mais os projetos das Casas. Espero poder vir inaugurar a nova Casa de Albufeira, que bem merece já. Não enchemos estádios e pavilhões só com adeptos de Lisboa.”

As eleições para os órgãos sociais do Benfica para o quadriénio 2021-2025 realizam-se no sábado, com Rui Costa e Francisco Benítez a disputarem a sucessão a Luís Filipe Vieira, que ocupou o cargo de presidente durante quase 18 anos, desde 2003.

Read More

Leave Your Comments

Your email address will not be published.

Copyright 2011-2021. All Rights Reserved